Estrelas de cama e mesa: nos hotéis do Piemonte encontramos alguns dos melhores restaurantes

O perfume intenso das trufas é capaz de atrair para a região milhares de visitantes todos os anos durante a temporada da iguaria: apesar do frio, e do clima hostil da transição do outono para o inverno no norte da Itália, os meses de outubro e novembro, com ainda mais intensidade, dezembro e janeiro, são a alta temporada na região, é fazer reservas, principalmente de hotéis, com antecedência é fundamental. Assim como acontece com os restaurantes, grande parte dos melhores hotéis se encontra nas comunas dos arredores de Alba, nas áreas de produção de Barolo e Barbaresco, como o próprio Relais San Maurizio, onde funciona o restaurante Da Guido (que serve esse maravilhoso “agnolotti di Lidia al sugo d’arrosto” da foto acima).

La Ciau Del Tornavento, em Treiso, é outro lugar que conjuga quartos confortáveis com excelente cozinha, e uma adega muito bem abastecida. Com uma varanda que apresenta um belo panorama do lugar, o restaurante tem pratos impecáveis, mesmo aqueles de execução mais complexa, como la finanziera, prato clássico do outono no Piemonte, um misto de miúdos, incluindo até crista de galo, com cogumelos e vinho branco, uma verdadeira delícia, acredite.

Com arquitetura moderna que destoa um pouco da placidez campestre que marca a paisagem da Langhe, o resort Il Boscareto é amplo, bem localizado, confortável e com serviço de alto padrão. O hotel pertence à família Batasiolo, uma das maiores vinícolas do Piemonte, em Serralunga d’Alba, e tem um spa formidável, além de outros acessórios que atraem não hóspedes, incluindo loja, bar e um restaurante com estrela Michelin. O  ristorante La Rei está sob a batuta de Antonino Cannavacciuolo,  chef dono de duas estrelas Michelin no restaurante do Villa Crespi, no Lago d’Orta, na divisa do Piemonte com a Lombardia (um lugar lindo, aliás, com restaurante muito bom: vale considerar uma esticada até lá). Com vista para os vinhedos são servidos refeições que conjugam os melhores ingredientes locais com técnica precisa e algum tempero criativo, as marcas do chef.

admin

Bruno Agostini é carioca, jornalista e fotógrafo. Especializado em turismo, gastronomia, vinhos e cervejas, viaja o mundo atrás de boas histórias, e da boa mesa. Com passagens por empresas como Jornal do Brasil, O Globo e Editora Abril, foi inspetor de restaurantes do Guia Quatro Rodas e é autor de livros, como guias de viagem, vinhos e restaurantes. Atualmente atua como freelancer, escrevendo para veículos especializados, entre jornais, sites e revistas, como Época Rio, Top Destinos, Carbono Uomo, Eatin’Out e Baco, entre outras. Contato: bagostini@gmail.com Instagram: @brunoagostinifoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *