O lançamento do site Viagem com Farofa no Bagatelle (e um pingue-pongue com o jornalista Bruno Agostini: por Moreno Portas)

Por Moreno Portas*

Na noite da última terça-feira o jornalista Bruno Agostini recebeu amigos no restaurante Bagatelle para o lançamento do site Viagem com Farofa, dedicado ao mundo dos comes e bebes. O clima foi animado, e foi dito durante o evento que ele teria sido um sucesso, justamente por ter atraído conhecidos penetras, que não perdem uma boca livre, mesmo sem terem sido convidados.

– Quando elas comparecem é sinal de que o convite repercutiu – disse uma assessora de imprensa, que pediu para não ser identificada.

Jornalistas, fotógrafos, relações-públicas e outros profissionais de comunicação, gastronomia e vinho estiveram presentes na noite regada a petiscos e vinhos, que teve a organização da Documennta Comunicação.

tataki atum com foie gras sobre shitake crocante – Foto de Bruno Agostini (do Instagram: @brunoagostinifoto)

O menu, para se comer com as mãos, tinha arancini de beterraba; tartare de salmão em cone de batata doce; sanduíche de costela bbq; broinha de fubá com queijo de cabra; tarte a la trufe (espécie de pizza trufada); tataki atum com foie gras sobre shitake crocante; carpaccio; canapé de cordeiro, arroz de polvo (no crocante de arroz) e burrata com pesto e tomatinhos, na torradinha de focaccia. Para encerrar, mini tarte tartin e panacotta com calda de frutas vermelhas.

A festa começou às 19h, e foi até depois das 23h, para aquela turma mais persistente, que insiste em fechar os bares da vida, e o pessoal rumou até o Fasano, onde acontecia a festa de Filipe Ishihama, diretor do Le Club, no complexo Vogue Square, na Barra, e a despedida de Rejane Kawano, sommelière de saquês, que está deixando o Mee para viver na Espanha.

Ainda teve esticada no Jobi, e este repórter só foi dormir quando o dia começava a amanhecer. E ainda dizem que este trabalho é moleza…

———————————————–

ENTREVISTA COM BRUNO AGOSTINI
CEO na empresa Agostini Entertainment & Content Company e Presidente do Conselho de Administração da Farofa & CO, que edita o site Viagem com Farofa, de experiências e expedições gastronômicas, jornalista e fotógrafo, especializado em turismo, gastronomia, vinhos, cervejas e outras delícias.

MORENO PORTAS: Como nasceu a ideia de criar o site, e o que podemos esperar encontrar nele?
BRUNO AGOSTINI: A ideia nasceu há mais de dez anos, quando deixei o Jornal do Brasil. Quando comecei a imaginar o que seria o site, acabei sendo convidado a ir trabalhar em São Paulo, para trabalhar na revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, onde criei o meu primeiro blog, Direto do Rio, com notícias da cidade.  Fiquei lá pouco mais de um ano, e voltei para o Rio. Quando estava novamente amadurecendo a ideia de criar um site de turismo gastronômico acabei indo trabalhar no jornal O Globo, no Boa Viagem. Então, além de não ter muito tempo para me dedicar a um site, não faria sentido ter um espaço como esses fora do jornal, porque as minhas matérias lá eram justamente essas. Mas pouco escrevia sobre o Rio, então criei o blog Rio de Janeiro a Dezembro, inicialmente só para reportagens e crônicas sobre o estado do Rio, mas que acabou sendo refúgio também de textos que acabaram não indo para as páginas do Globo, nem para o blog Enoteca, de vinhos, enoturismo e gastronomia, que mantive durante os mais de cinco anos que trabalhei no jornal da família Marinho. Então, o que temos no site é isso. Dicas de viagens com foco em gastronomia, vinhos e outras coisas comestíveis e bebíveis, tentando tratar do tema de forma irreverente, com informações de bares e restaurantes, de visitas e vinícolas e cervejarias, novidades da área, crônicas e avaliações, de restaurantes, vinhos, cervejas e outras bebidas, trazendo receitas, entrevistas e muita fotografia, com links para outros sites e reportagens bacanas. Um lugar para troca de experiências, diversão e felicidade. Viajar e comer, para mim, estão não só entre os grandes prazeres da vida, mas também são das experiências mais enriquecedoras que podemos ter, porque passeamos por história, geografia e outras ciências; pelos mais lindos temas da Humanidade, a cultura, a arte; a hospitalidade, o cuidado com o outro. São temas apaixonantes.

MORENO PORTAS:  E por que o nome Viagem com Farofa?
BRUNO AGOSTINI: Em primeiro lugar porque eu adoro farofa. Gosto não só do sabor, mas também da sonoridade. Não só da sonoridade, mas também pelos usos da palavra como sinônimo de farra, ainda que para muitos tenha uma pecha pejorativa, e como eu gosto de provocar, escolhi o nome. Mas também por pura falta de opção. Como é difícil escolher um nome para um site. E, quando escolhemos, já está registrada, ainda que sem uso. Fiz vários testes, até que me veio Viagem com Farofa à cabeça. Pensei: esse ninguém deve ter registrado. Então, pesquisei. Não tinha. Ainda hesitei um pouco, mas resolvi apostar. Ainda não estou muito certo da escolha, por outro lado, estou muito contente com as matérias do site.

MORENO PORTAS: Neste momento de crises, no mercado jornalístico, na internet e também no Brasil, como espera ganhar dinheiro com o site?
BRUNO AGOSTINI: Não penso, pelo menos em um curto espaço, a ganhar dinheiro com o site, pelo menos não o suficiente para me sustentar. Continuo fazendo frilas para jornais e revistas, editando livros e guias, eventualmente fazendo palestras e degustações, ajudando na divulgação de eventos, e dando consultorias. Na verdade o site é uma espécie de vitrine do meu trabalho, onde tenho liberdade total, onde também serve de laboratório para os novos projetos que quero colocar de pé a partir dele. Quero voltar a escrever um guia de restaurantes, e bares, e cafés e outros endereços gostosos, do Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, estou apurando desde janeiro um guia sobre Nova York, para onde já fui duas vezes, este ano. Em janeiro, com a filha, no roteiro mais light. Em março, com o amigo Gabriel da Muda (ou Cavalcante, dependendo da hora do dia), que foi uma loucura, uma insanidade: em seis dias em que fiquei lá visitei nada menos que 63 estabelecimentos. Como neste caso só quero selecionar 100 endereços, posso dizer que, com essas, e outras viagens para já fiz para lá, já tenho apurado cerca de 80% do guia, está mais adiantado do que o do Rio, já eu este vai ser bem abrangente, e pelos meus cálculos iniciais terá uns 600 lugares indicados, na capital e no interior/litoral. Queria fazer outros, com outras cidades, neste modelo de 100 lugares, para brasileiros. No ano que vem, seriam Buenos Aires e Paris. A gente vai sonhando e trabalhando, e comendo, e bebendo, e viajando. Misturamos isso tudo, e temos assim o Viagem com Farofa.

* Moreno Portas é um pseudônimo irreverente que criei em 2009, quando era colaborador da Revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, que me pedia para não fazer reportagens para a concorrência. Só que uma outra revista me encomendou, a finada Minha Viagem (curioso é que o personagem foi indicado a um prêmio da CET – Comissão Europeia de Turismo). Irreverente, porque brinca com meu nome original: Bruno Cesar Agostini Chaves. Bruno, como se sabe, vem da palavra moreno; e Portas é um contraponto a Chaves. Estou pensando em voltar a usá-lo, mas isso só se conseguir dar a ele um espírito irreverente e crítico, criando de fato um personagem. Vou tentar, sei que não é fácil, e este texto é só uma autopropaganda, ainda sem ter um esboço do que seria isso, porque comecei a pensar no tema e tive esta ideia agorinha mesmo, quando estava avaliando a melhor maneira de escrever sobre a noite de terça. Mas, de verdade, o currículo do Moreno Portas é melhor que o do Bruno Agostini: o original nunca foi indicado a um  prêmio da CET, o máximo que conseguiu foi um Prêmio Abril…

 

admin

Bruno Agostini é carioca, jornalista e fotógrafo. Especializado em turismo, gastronomia, vinhos e cervejas, viaja o mundo atrás de boas histórias, e da boa mesa. Com passagens por empresas como Jornal do Brasil, O Globo e Editora Abril, foi inspetor de restaurantes do Guia Quatro Rodas e é autor de livros, como guias de viagem, vinhos e restaurantes. Atualmente atua como freelancer, escrevendo para veículos especializados, entre jornais, sites e revistas, como Época Rio, Top Destinos, Carbono Uomo, Eatin’Out e Baco, entre outras. Contato: bagostini@gmail.com Instagram: @brunoagostinifoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *