O menu de US$ 29 do ótimo Estiatorio Milos (eu vi vantagem na NYC Restaurant Week)

Lá fora chove, e a temperatura gira na casa dos 3 °C, com vento forte e gelado, sensação térmica abaixo de zero. Aqui dentro um salão lotado e caloroso, com fila de espera na porta, animadas conversas e muito vinho branco rolando nas mesas. Nunca vivi uma experiência gastronômica com tamanho contraste entre a cozinha e o exterior ao redor. Pratos solares, mediterrâneos, marinhos… clima hostil, glaciar, acizentado… Vinhos frescos, refrescantes… garoa fria, chata…

Estamos no Estiatorio Milos, emblemático restaurante grego na rua 55, em Manhattan, talvez o mais famoso do mundo na especialidade, com filiais na América do Norte (Las Vegas, Miami e Montreal) e na Europa (Londres e Atenas – na Grécia, o grupo fundado pelo chef Costas Spiliadis tem iates de luxo, que fazem roteiros gastronômicos no Mediterrâneo). Amigos que sabem muito de Nova York me recomendaram com ênfase este restaurante (como já escrevi aqui), por sorte perto do meu hotel, o Park Lane, a três quadras dali.

A bancada com os pescados do dia – Foto de Bruno Agostini

Saímos de uma tarde fria e invernal, e entramos num salão quase ensolarado, e parecia até que tínhamos vestido roupa de linho branco. Há ombrelones sobre algumas mesas, um clima praiano em plena Nova York, acredite. Nós nos sentamos de frente para a bancada refrigerada cheia de caixas de madeira que mostram os peixes do dia, muito frescos, deitados sobre muito gelo, quase vivos, entre legumes e latas de azeite.

Lagostas, aspargos, pimentões: parece uma barraca de feira no verão da Provence, mas é Manhattan… – Foto de Bruno Agostini

Dava, praticamente, até pra sentir areia sob os pés, e a maresia. Dá vontade de pedir um vinho rosé.

Pão quentinho, ótimo azeite e manjericão cortado na hora – Foto de Bruno Agostini (no iPhone)

As boas-vindas são dadas com pão quentinho, e um pote de ótimo azeite, perfumado com manjericão fresquinho, cortado na hora, com tesoura (cada mesa tem o seu vasinho com a erva em verde vistoso, em cultivo que parece ser hidropônico). Parece até que estamos à beira-mar, numa ilha grega ou cidadezinha colorida da costa italiana, ou da Provence.

Faço o meu pedido. O garçom chega com uma salada grega, um clássico da casa, prato branco e vistoso, de onde brotam tomates carnudos, suculentos e avermelhados, ao lado de fatias generosas de pepino, umas tirinhas de pimentão verde e outras de cebola roxa, umas poucas azeitonas negras e uns três nacos triangulares e espessos de queijo feta, o original, de sabor intenso, salgado e ácido, e textura levemente esfarelenta.  Coroando o conjunto, o mais vistoso ramo de salsinha que já vi. Tão simples, o prato é lindo, porque cada ingrediente individualmente tem ótima aparência, e melhor ainda quando colocados juntos, regados com azeite e salpicados de sal. No copo, um Assyrtiko “very juice”, escolha elogiada pelo garçom, animado como poucos ali em Nova York se pode encontrar.

Os camarões “saganaki” – Foto de Bruno Agostini

O prato principal do enxuto menu de almoço, a US$ 29 (parte da NYC Restaurant Week, que começou dia 23 de janeiro e vai até o próximo dia 10), foram camarões “saganaki”, com cuscuz, revelando a influência do norte da África em muitos setores da gastronomia mediterrânea, da Grécia à Sicília, passando por pontos do litoral da França e da Espanha, até as atlânticas regiões costeiras de Portugal. Eram cinco crustáceos, de bom tamanho, bem grelhados e com molho coerente, de tomates, salsinha, azeite e um toque de salsinha (novamente aparecendo com destaque e beleza).

A Karidopita: maria Aprovou – Foto de Bruno Agostini (no iPhone)

Pra encerrar, uma karidopita (bolo tradicional grego, de nozes e especiarias), úmido, macio e muito saboroso, coroado por uma bola de sorvete de (meu era de lavanda).

SERVIÇO
Estiatorio Milos – 125 West 55th Street, 10019. Te. +01 (212) 245-7400.  milos.ca

———————————————-

Mudando ligeiramente de assunto, mas não muito… Vale destacar o preço do menu de almoço, com entrada, prato principal e sobremesa, a US$ 29  (geralmente não valem nos fins de semana). No jantar o cardápio custa US$ 42. Vale a pena.

O NYC Restaurant Week, que na verdade dura quase 20 dias, acontece duas vezes por ano, uma no inverno, outra no verão. A primeira edição de 2017 está em pleno andamento, começou no dia 23 e vai até o próximo dia 10, sexta que vem.  Quando terminar a edição de inverno eles anunciam as datas da que acontece no verão.

São nada menos que 380 restaurantes participantes, espalhados por toda a cidade, e abarcando cerca de 40 categorias/etnias gastronômicas. É uma boa oportunidade de explorar a gastronomia da cidade, que tem uma das mais incríveis ofertas do mundo na categoria comida. Ao contrário da versão brasileira do festival, muito meia bomba, a de Nova York tem a participação de ótimos restaurantes, que servem alguns de seus principais pratos, com preços inferiores. É o caso do Milos, e de vários outros – mas vale notar que os melhores e mais badalados restaurantes da cidade não participam.

Entre eles está o Jean-Georges, triplamente estrelado pelo Michelin. O seu menu de almoço não chega a ser uma pechincha, mas os US$ 58 pagos pela refeição ali neste horário são bem gastos, e cada prato adicional sai por US$ 29. Dá pra brincar, e vale lembrar que a cozinha trabalha no mesmo alto nível do jantar, e os vinhos em taça saem por a partir de US$ 9. Para ver os menus do Jean-Georges, clique aqui.

 

 

 

admin

Bruno Agostini é carioca, jornalista e fotógrafo. Especializado em turismo, gastronomia, vinhos e cervejas, viaja o mundo atrás de boas histórias, e da boa mesa. Com passagens por empresas como Jornal do Brasil, O Globo e Editora Abril, foi inspetor de restaurantes do Guia Quatro Rodas e é autor de livros, como guias de viagem, vinhos e restaurantes. Atualmente atua como freelancer, escrevendo para veículos especializados, entre jornais, sites e revistas, como Época Rio, Top Destinos, Carbono Uomo, Eatin’Out e Baco, entre outras. Contato: bagostini@gmail.com Instagram: @brunoagostinifoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *