Saudades de Portugal, e um apanhado de reportagens sobre as comidas e os vinhos do país

Faz alguns anos que não viajo a Portugal, e tenho sentido profunda saudade. E vou logo providenciar uns dias por lá. Ilha da Madeira é destino de sonho, desejo antigo que espero realizar ainda este ano.

Curioso é que desde sempre Portugal acompanha a minha vida, do sobrenome Chaves que indica a procedência trasmontana da família paterna, até as piadas infanto-juvenis que no fundo só alimentam o interesse pelo país; até as comidas que permeiam toda a existência, os botecos e restaurantes tradicionais do Rio, com raízes lusas, no reconforto dos bolinhos de bacalhau e pastéis de nata. Sem falar em toda a graça de nomes divertidos de certos pratos típicos do país, as sopas de grelos, as punhetas  de bacalhau e as caralhotas de Almeirim, e ainda os doces conventuais, tentações de ovos e açúcar com as suas centenas de variações regionais.

Bonde nas ruas da capital, Lisboa – Foto de Bruno Agostini

E os vinhos, que nunca estiveram tão bons, dos antigos bastiões históricos da tradição, de Portos e Madeiras, de alentejanos e minhotas, à reinvenção de novas regiões, olhando para o passado e o futuro, explorando castas estrangeiras e processos modernos ou – ainda melhor – resgatando variedades, técnicas ancestrais de vinificação e seguindo preceitos biodinâmicos. A enologia portuguesa vive momento de esplendor.

Some-se a isso um país com patrimônio histórico majestoso, com especial interesse a nós, brasileiros; que hoje em dia se converteu em um destino vibrante, cosmopolita e jovial, atraindo visitantes dos mais diversos perfis, atraídos por tudo o que já listamos acima, mas também por fatores econômicos, já que os preços estão bem abaixo da média de outros países europeus.

Nesse ímpeto saudosista resolvi reunir algumas matérias, algumas mais antigas, outras mais novas; algumas sobre regiões, outras sobre cidades, umas sobre vinhos, outras sobre restaurantes.

Li, reli.

Bateu aquela saudade, aquela imensa vontade de voltar.

Sabores, cores e aromas do Alentejo (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/sabores-cores-aromas-do-alentejo-3137970)

Vinhedos do Alentejo (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/ha-um-vinhedo-visitar-em-quase-toda-cidade-do-alentejo-3137979)

Se Portugal fosse uma pessoa, o Alentejo seria o estômago (https://riodejaneiroadezembro.wordpress.com/page/83/?archives-list=1..)

Restaurante O Fialho, em Évora: patrimônio gastronômico do Alentejo (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/restaurante-fialho-em-evora-tem-carta-de-vinhos-precos-razoaveis-3137973)

Pelas mesas lisboetas, e arredores (http://viagemcomfarofa.com.br/pelas-mesas-lisboetas-arredores/)

Conserveira de Lisboa: conservas marinhas e muito estilo na Baixa (http://viagemcomfarofa.com.br/conserveira-lisboa-conservas-marinhas-estilo-na-baixa/)

Do Porto ao Alentejo, um roteiro completo pelos sabores de Portugal (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/do-porto-ao-alentejo-um-roteiro-completo-pelos-sabores-de-portugal-3505578)

Óbidos, a pequena joia da realeza de Portugal (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/obidos-pequena-joia-da-realeza-de-portugal-2947391)

De frente para a cidade do Porto, os sabores de Vila Nova de Gaia (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/de-frente-para-cidade-do-porto-os-sabores-de-vila-nova-de-gaia-2835136)

Comendo pelas Beiras (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/comendo-pelas-beiras-em-portugal-2768131)

Um mergulho na cozinha e na história da cidade do Porto (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/um-mergulho-na-cozinha-na-historia-da-cidade-do-porto-2835142)

Hostels em Lisboa (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/cinco-dos-melhores-hostels-europeus-estao-em-lisboa-3051866)

Hostels em Lisboa 2 (https://oglobo.globo.com/boa-viagem/hostels-perfil-mais-jovem-fora-de-portugal-3051880)

 

 

 

admin

Bruno Agostini é carioca, jornalista e fotógrafo. Especializado em turismo, gastronomia, vinhos e cervejas, viaja o mundo atrás de boas histórias, e da boa mesa. Com passagens por empresas como Jornal do Brasil, O Globo e Editora Abril, foi inspetor de restaurantes do Guia Quatro Rodas e é autor de livros, como guias de viagem, vinhos e restaurantes. Atualmente atua como freelancer, escrevendo para veículos especializados, entre jornais, sites e revistas, como Época Rio, Top Destinos, Carbono Uomo, Eatin’Out e Baco, entre outras. Contato: bagostini@gmail.com Instagram: @brunoagostinifoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *